Se reuniram representantes de cidades da região da Serra do Cipó, Secretaria de Estado de Turismo, autoridades, técnicos e colaboradores

Municípios da região da Serra do Cipó discutem turismo sustentável e estratégico

Cidades da região da Serra do Cipó e a Secretaria de Estado de Turismo, juntamente com autoridades, técnicos e colaboradores se reuniram para discutir turismo sustentável e ecológico na última quarta e quinta-feira, 19 e 20 de outubro. Foram debatidos temas como a regionalização do turismo, políticas públicas e diretrizes de fomento às Unidades de Conservação.

A reunião foi organizada pela Associação do Circuito Turístico Parque Nacional da Serra do Cipó, um dos primeiros circuitos a ser certificado pela SETUR-MG. Atualmente com cinco municípios associados, uma das estratégias é a integração da região, atraindo mais participantes para fortalecer a gestão territorial e despertar um novo olhar a este circuito, que é uma das principais rotas turísticas do Brasil.

“Precisamos unir forças e focar no turismo sustentável da nossa região. Hoje somos espontaneamente reconhecidos como um dos principais destinos para o ecoturismo, mas precisamos nos reestruturar e nos prepararmos para uma gestão próspera e inovadora”, disse a secretária municipal de Turismo de Conceição do Mato Dentro e presidente interina da Associação, Rejane Ottoni.

Mapa 

Com as recentes mudanças de critérios para formatação do Mapa do Turismo Brasileiro, em 2016 Minas Gerais passou a apresentar apenas 285 municípios que compõem as suas 40 regiões turísticas. Antes eram 466 participantes. E mesmo com essa redução, mantiveram-se no mapa Conceição do Mato Dentro, Santana do Riacho, Morro do Pilar e Jaboticatubas, todos integrantes da Associação do Circuito Turístico Parque Nacional da Serra do Cipó.

A SETUR-MG informou que dos 46 circuitos turísticos mineiros, 13 formam o grupo de interesse de promoção e divulgação do Estado. Dentre estes, o Circuito Serra do Cipó.

Eco Turismo

Dados da Organização Mundial do Turismo mostram que o turismo de natureza é o que mais cresce no mundo. Enquanto o turismo convencional cresce 7,5% ao ano, o ecoturismo tem uma crescente de 15 a 25% ao ano. A OMT ainda estima que 10% dos turistas em todo o mundo tenham como demanda o turismo ecológico e que o faturamento anual do ecoturismo, a nível mundial, é estimado em US$ 260 bilhões, do qual o Brasil se apropriaria com cerca de US$ 70 milhões.

“A Serra do Cipó sempre foi reconhecida pelo turismo de natureza, mas o que poucos percebem é a contribuição das unidades de conversação que compõem a região no fomento deste segmento”, declarou Renata Toffoli, Diretora de Produtos e Apoio à Comercialização da SETUR-MG. Renata faz menção às unidades de conservação como o Parque Natural Municipal do Tabuleiro e a Parque Estadual Serra do Intendente, ambos em Conceição do Mato Dentro e que guardam a maior cachoeira de Minas Gerais. Num trabalho em parceria, Estado e Município vem buscando envolver cada vez mais a comunidade na gestão territorial, entendendo que a conservação da área e o turismo local dependem muito dessa participação.

“Hoje temos a noção de que as unidades de conservação dependerão cada vez vais de parcerias e diálogo com a comunidade. E como o turismo é o potencial do município, temos que utilizá-lo como nossa ferramenta de trabalho para incentivar a prática dos cuidados com a natureza e de geração de recursos para a manutenção das UC”, disse Marcos Alexandre, do Instituto Estadual de Florestas e gestor do PESI.

Participação

“Há muito tempo não ocorria um momento com a participação efetiva dos associados, prefeituras, sociedade civil e empresários. Boas discussões foram realizadas”, disse Márcio Ribeiro, analista da Diretoria das Políticas do Turismo da SETUR-MG.

Estiveram presentes os prefeitos e vices eleitos para os próximos quatro anos dos municípios de Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim, Itambé do Mato Dentro, Jaboticatubas, Santana do Riacho e Santa Maria de Itabira.

Além da colaboração dos técnicos do ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação, APA Morro da Pedreira, Parque Estadual da Serra do Intendentes, Parque Natural Municipal do Tabuleiro, EcoMuseu Serra do Cipó, CEFET, Sebrae e empreendedores do turismo.

Deixe um comentário